Você sabe como superar os principais desafios logísticos na agricultura? Nós te contamos como!

7 minutos para ler

4 principais desafios Logísticos: como superá-los?

Não é nenhuma novidade que o Brasil está se consolidando como um dos mais importantes produtores agrícolas do mundo, o que tem colocado uma grande responsabilidade sobre o setor: a recuperação da economia. Com o auxílio da tecnologia e soluções inovadoras, os agricultores têm fomentado a produtividade nas lavouras. Contudo, o significativo aumento das demandas têm trazido, em mesma proporção, uma série de desafios logísticos.

A cadeia produtiva do agronegócio engloba agricultura e pecuária, abrindo margem para problemas como transporte de cargas vivas (bovinos e suínos) e/ou perecíveis (grãos dos vegetais e frutas), poucas opções de armazenagem, altos custos de frete, entre outros. Isso exige que medidas estratégicas sejam tomadas, visto que essas estão entre as principais atividades responsáveis pelo saldo positivo na balança comercial do país.

Neste conteúdo, mostraremos quais são os principais desafios logísticos e quais práticas podem contribuir para que eles sejam superados. Confira a seguir!

Quais os principais desafios da logística no agronegócio?

A falta de profissionais capacitados e atualizados em relação às novas tecnologias e tendências do agronegócio é um desafio a ser superado, porém a logística na agricultura e na pecuária envolve, principalmente, problemas relacionados à movimentação e ao armazenamento.

1. Alto custo com o transporte de cargas

Você sabia que aproximadamente 60% das cargas transportadas no agronegócio são feitas via modal rodoviário? Pois bem, se somarmos esta questão à falta de investimentos em alternativas como hidrovias e ferrovias, temos como resultado os custos cada vez mais altos.

O aumento de despesas se deve à perda de safra. Cerca de 5% da carga é perdida no trajeto entre a colheita e os pontos de processamento e distribuição. Além disso, a péssima qualidade das estradas e as grandes distâncias para escoamento da carga também contribuem negativamente. Sem mencionar o fato de que, geralmente, a demanda por frete é maior do que a oferta.

2. Gestão de variáveis

Hoje em dia é difícil pensar em qualquer atividade sem o auxílio da tecnologia. Para superar os desafios logísticos e manter a competitividade, os produtores agrícolas devem saber gerenciar uma série de variáveis que impactam direta e indiretamente na produtividade e na rentabilidade das operações.

Gestão de transportes e armazéns, gerenciamento de custos, administração da colheita e projeções de cenários futuros são apenas alguns dos fatores que abrangem uma grande variedade de adversidades cotidianas para o setor.

Em outras palavras, a ausência de tecnologia para gestão de variáveis na logística de produtos agrícolas é um dos principais desafios do segmento.

3. Carência de profissionais capacitados

Fatores como as mudanças nas tendências comportamentais de consumo em espaços de tempo cada vez mais curtos, além do lançamento de novos métodos e tecnologias para a logística na agricultura estão entre os principais motivos pelos quais o setor enfrenta dificuldades para encontrar profissionais capacitados.

A necessidade de capacitação e qualificação técnica se mostra emergencial, principalmente nas companhias do agronegócio. É preciso investir nos recursos humanos e proporcionar treinamentos para aumentar o potencial da equipe e manter o negócio sempre pronto para atender às demandas de um mercado altamente competitivo.

4. Poucas opções de armazenagem

Como falar sobre desafios na logística de produtos agrícolas sem mencionar as questões pertinentes à armazenagem, não é verdade?

O fato do Brasil estar produzindo cada vez mais para o mercado internacional tem impactado diretamente no aumento da produção, o que eleva também a necessidade de armazenamento. E, infelizmente, muitas companhias não têm conseguido acompanhar a velocidade produtiva.

De acordo com a Companhia Nacional de Abastecimento, hoje, o Brasil tem uma capacidade estática de armazenagem de grãos de aproximadamente 166 milhões de toneladas, enquanto, em 2019, a produção atingiu a casa dos 250 milhões de toneladas.

Isso significa que, atualmente, um dos maiores desafios logísticos do agronegócio é ter onde armazenar todos os seus produtos, o que abre margem para outros problemas como desperdícios na safra por más condições de acondicionamento, atrasos na produção e prejuízos na lavoura.

Como melhorar a logística no agronegócio?

Agora que você já conhece os principais desafios logísticos na agricultura, mostraremos algumas medidas que podem ser adotadas para superar essas adversidades e aumentar a produtividade do negócio.

Fazer um planejamento logístico

Um planejamento estratégico que abranja a logística no agronegócio como um todo é a melhor maneira de superar os desafios do setor. É preciso organizar a linha de produção de modo que os prazos se alinhem às metas da companhia, sazonalidade do ano e as condições de produção para cada período.

Existem três pontos que, na prática, envolvem todos os aspectos que exigem melhor organização no segmento:

  • apoio à produção — tecnologias que contribuam com a otimização do plantio;
  • suprimentos — insumos como fertilizantes ou sementes;
  • processos de distribuição — planejamento de rotas e soluções de armazenamento que minimizem os gastos e desperdícios do setor.

Diversificar os modais de transporte

Para não depender exclusivamente das transportadoras rodoviárias, é possível formar parcerias ou cooperativas com outras empresas para diversificar os modais de transporte.

Essa é uma ótima tática para minimizar os problemas com altos custos com movimentação de cargas país afora, pois essas parcerias podem reduzir o valor do frete, além de contribuírem com soluções logísticas mais inteligentes.

Contratar um galpão de qualidade

Manter uma estrutura de armazenagem própria é uma prática que eleva consideravelmente os custos em toda a cadeia logística.

Sendo assim, uma ótima alternativa que tem sido adotada por muitos empreendedores agrícolas é o aluguel de galpões flexíveis, que podem ser montados e desmontados em diferentes formatos, atendendo às necessidades dos mais diversos nichos que integram o agronegócio.

Essa solução é ideal para segmentos agrícolas que lidam com grandes volumes e que precisam lidar com questões de sazonalidade, como os produtores de grãos, açúcar, frutas, vegetais e café.

Utilizar softwares de gestão

O uso de softwares de gestão para lidar com desafios logísticos já é uma realidade em muitos setores, e não poderia ser diferente no agronegócio, que está na linha de frente na batalha pela recuperação da economia do Brasil.

Sistemas integrados para gerenciamento e monitoramento da cadeia produtiva têm aprimorado a entrega, reduzido custos e automatizado todas as etapas, desde o processo produtivo até o abastecimento das frotas, por exemplo.

Como você pôde ver, ainda existem muitos desafios logísticos que o agronegócio deve enfrentar nesta fase tão delicada e, ao mesmo tempo promissora, que a economia global se encontra. Superá-los é um objetivo que todas as empresas que compõem o setor têm em comum. A tendência é que a tecnologia seja a principal aliada neste momento tão importante.

Deseja acompanhar mais conteúdos informativos e notícias sobre logística e empreendedorismo postados nos canais de comunicação da Reconlog? Então, assine agora a nossa newsletter para receber todos os nossos posts, materiais e novidades diretamente em seu e-mail!

Posts relacionados
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments