Quais as principais normas de armazenamento de produtos químicos?

6 minutos para ler

Normas de armazenamento para produtos químicos

Aprovada pela Portaria N° 3.214, a Norma Regulamentadora NR 20 abrange algumas das principais normas de armazenamento de produtos químicos, estabelecendo requisitos mínimos para o manuseio, gestão e estocagem de substâncias perigosas, a fim de garantir a segurança e saúde no trabalho.

Além de evitar a exposição de agentes prejudiciais ao meio ambiente, esse conjunto de regras atenta para diversos fatores de risco que possam provocar acidentes provenientes de processos de extração, transferência, produção, manipulação e armazenamento de inflamáveis e líquidos combustíveis.

Nos próximos tópicos você conhecerá as medidas de segurança necessárias, quais as principais normas e processos sobre como armazenar produtos químicos perigosos. Continue a leitura do artigo para conferir!

Quais as medidas de segurança no armazenamento de produtos químicos?

Para que a armazenagem de produtos químicos cumpra com as exigências da legislação é preciso que diversas medidas de segurança sejam tomadas para que as condições ideais de armazenamento sejam garantidas.

Existem nove classes de produtos químicos que exigem condições específicas de estocagem:

  • líquidos tóxicos;
  • líquidos corrosivos;
  • líquidos inflamáveis e combustíveis;
  • óxido de etileno;
  • fertilizantes à base de nitrato de amônio
  • gases comprimidos e liquefeitos sob pressão;
  • amônia anidra;
  • peróxidos orgânicos;
  • cloro.

Partindo do pressuposto de que os produtos estão devidamente classificados e identificados — o que também é uma exigência das normas de armazenamento de produtos químicos —, é necessário recorrer às NRs específicas para cada classe.

Quanto às condições de segurança do armazém, o projeto de construção do almoxarifado deve fixar as distâncias de segurança exigidas para localização do local, normas de empilhamento, equipamento recomendado para manuseio, entre outros fatores.

Devem ser instalados sistemas de monitoramento das condições climáticas ideais para armazenamento (umidade, temperatura e iluminação), assim como sistemas de proteção (contra incêndios, por exemplo). Também devem ser disponibilizados Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para todos os colaboradores que, por sua vez, devem receber treinamentos sobre como manipular, movimentar e armazenar seguramente os produtos químicos.

4. Principais normas de armazenamento de produtos químicos

Aplicável a todas as atividades que envolvam extração, manuseio, produção e estocagem de químicos, a NR 20 estabelece uma série de normas de armazenamento que devem ser aplicadas em qualquer contexto que envolva risco químico.

1. Cuidados com coleções hídricas

A Portaria 124/1980 – IBAMA é uma norma que determina especificações quanto à localização de indústrias potencialmente poluidoras em relação aos corpos d’água. São 11 obrigações que as empresas devem atender para reduzir a poluição de coleções hídricas.

2. Determinação do nível de periculosidade dos produtos

De acordo com a ABNT NBR 14725-3:2017, cada tipo de substância presente no laboratório ou indústria deve ser devidamente identificada, isto é, a fixação das premissas de segurança para rotular os agentes químicos estocados. É com base nessas informações que a equipe pode determinar o nível de periculosidade dos produtos.

3. Cuidados com líquidos combustíveis e inflamáveis

As partes sobre segurança contra incêndio da instrução Técnica n.º 25 — norma do Corpo de Bombeiros — abrangem uma grande variedade de exigências para a área de armazenamento de recipientes transportáveis de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), especificamente na ABNT NBR 15514.


Também são definidas exigências para o armazenamento de líquidos combustíveis e inflamáveis, na ABNT NBR 17505.

4. Armazenamento de agrotóxicos

A ABNT NBR 9843/2019 abrange medidas que determinam cuidados e critérios para a estocagem de químicos usados no Agronegócio, como agrotóxicos e afins, assim como exigências para armazéns industriais, propriedades rurais, laboratórios e centros de distribuição.

O conjunto de regras dispõe sobre processos de pesquisa, produção, experimentação, armazenamento, transporte, rotulagem, registro, classificação, fiscalização e demais exigências para que os agrotóxicos, seus componentes e afins causem a menor incidência possível de danos ambientais.

Quais os critérios devem ser considerados ao escolher um galpão para armazenar produtos químicos?

Quando se trata da estocagem de produtos químicos, é imprescindível que sejam seguidas todas as medidas de segurança estabelecidas pelas normas de segurança, para evitar que ocorram acidentes graves contra os profissionais envolvidos em seu manuseio.

Dito isso, primeiramente, é preciso destacar o fato de que, em hipótese alguma, os produtos químicos devem ser estocados no laboratório, seja ele de ensino ou de pesquisa. Nesses ambientes deve-se manter apenas o indispensável para consumo rápido. Quantidades excedentes devem ser guardadas em um local que possua condições específicas para o armazenamento adequado.

Antes de iniciar o processo de construção do almoxarifado para armazenar produtos químicos, é necessário que sejam realizados estudos sobre:

  • topografia do terreno;
  • incidência solar e de ventos;
  • segurança do armazém e da equipe;
  • iluminação e ventilação específicas;
  • instalação de estufas, capelas, muflas

Entre outros pontos indispensáveis para que as necessidades das propriedades químicas e físicas dos produtos armazenados sejam atendidas adequadamente. Caso contrário, a menor instabilidade ou descuido pode provocar reações químicas perigosas, causando emissão de vapores, gases tóxicos, radiações, incêndios e até mesmo explosões.

RL360: conheça os benefícios dessa solução

Para que o armazenamento de produtos químicos atenda à legislação é necessário que o almoxarifado de estocagem seja mantido em local fora do laboratório, e que atenda a padrões geográficos e topográficos, o que abre margem para que um galpão flexível, como o RL360, seja a solução ideal.

Esse tipo de galpão pode ser construído de maneira personalizada para que todas as normas de armazenamento de produtos químicos sejam cumpridas de acordo com a legislação. Além de demandar menos investimento e tempo — em comparação a um galpão de alvenaria — o RL360 oferece muito mais versatilidade, já que pode ser construído em qualquer terreno plano e com o tamanho desejado.

Além disso, o RL360 é feito em aço carbono e lona de altíssima qualidade, o que permite que ele também seja customizável conforme as particularidades de cada tipo de produto químico. Isso significa que é possível personalizar o almoxarifado de estocagem de químicos para aumentar a segurança, garantindo a ventilação e controle de temperatura, uma iluminação adequada e a instalação de dispositivos de segurança para a equipe.

Quer saber mais sobre como o RL360 pode ajudar seu laboratório a cumprir com as normas de armazenamento de produtos químicos? Então, entre em contato com a nossa equipe para descobrir como um galpão flexível pode ser a solução ideal para suas necessidades de estocagem!

Posts relacionados
0 0 votes
Article Rating
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments